alimentacao

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Alimentação




Uma correcta alimentação é muito importante para o saúde e bem-estar dos nossos porquinhos. Muitas das doenças digestivas dos porquinhos são causadas por uma alimentação deficiente. Uma alimentação balanceada é a melhor protecção contra estas doenças. Os porquinhos devem ter a possibilidade de comer pequenas quantidades de comida várias vezes ao longo do dia. Isto possibilita que a comida seja transportada continuamente para o estômago e intestino, o que é muito importante neste tipo de animais. Se o tempo entre duas refeições é muito longo este tráfego é interrompido, o que não é muito bom para o porquinho. Também existe o perigo deles comerem demais, ou se forem alimentados à base de granulado, poderem beber bastante água, o que faz com que o estômago possa inchar até rebentar. A flora intestinal do porquinho é constituída de forma a que possa trabalhar com comida bastante rica em celulose e tem um pH alcalino de valor 9, só funcionando nesta área de pH. Se o porquinho fôr alimentado com comida quer contenha muito açucar, o pH desce, fazendo com que a flora intestinal mude e que o porquinho deixe de sintetizar os nutrientes essenciais para ele. Fora isso, pequenas quantidades de açucar pode ser bem-vindas, pois são uma forma de obter energia, que no entanto se não forem sendo gastas pode originar que o animal fique obeso. Porquinhos com uma boa flora intestinal são capazes de sintetizar todos os nutrientes essenciais de que necessitam. Só o ácido ascórbico (Vitamina C) tem de ser adquirido do exterior, dado que não pode ser sintetizado pelos porquinhos.

O mais importante a incluir na alimentação do seu porquinho é o feno. Deve ser uma mistura de diferentes ervas. O feno deve estar totalmente sêco, livre de pó, com uma côr verde e cheiro agradável. Feno estragado, podre ou com bolôr tem de ser evitado. O feno traz a celulose, que como vimos atrás, é muito importante para a alimentação dos Porquinhos-da-índia. Estas fibras são fundamentais dado que obrigam a um uso constante dos dentes de modo a que o animal possa ingerir pedaços mais pequenos. Por causa disso, muito feno é bom para evitar problemas com os dentes. Também é uma forma de ocupar o tempo, dado que uma quantia considerável de feno leva sempre algum tempo a ser ingerida e dessa forma o animal não fica entediado sem fazer nada, para além de que estes animais fazem por vezes umas poses divertidas quando estão a comer. Mas só feno não basta, já que deve ser acompanhado sempre com comida rica em vitamina C.
Esta pode ser encontrada em todo o tipo de frutas e vegetais. Também relva alta e ervas frescas oferecem vitamina C aos porquinhos. Se a alimentação destes fôr rica neste tipo de comida, não é necessário comprar suplementos de vitamina C. O fornecimento de ácido ascórbico puro ou compostos multi-vitamínicos para humanos deve ser evitado , dado que podem gerar uma "overdose" e causar problemas nos rins. Assim, de seguida, eis a lista de alimentos aconselháveis: ervas frescas e compridas, cenouras, pêras, maçãs, alface (em pequenas quantidades), pimentos, pepinos, uvas, coentros, espinafres, tomates, dentes-de-leão, rama das cenouras, trevos, courgetes. As pessoas que planta ervas ou dentes-de-leão caseiros devem evitar cultivá-los perto da rua ou em sítios onde os cães possam fazer necessidades. E assim que a planta fôr apanhada, deve dá-la imediatamente ao seu porquinho, de modo a que esta não fique estragada.
Para o uso dos dentes deve dar ao seu porquinho pequenos galhos de árvores de fruta ou pedaços de pão sêco. Em geral : quanto mais tempo o animal estiver ocupado com comida, melhor para ele, pois isso provoca o desgaste dos dentes, dado que estes crescem durante a vida toda do animal.
A comida sêca que pode comprar nas lojas de animais ou supermercados, não deve representar mais de 20% da ração diária do animal ( mais ou menos 1 ou 2 colheres de sopa por animal/dia). Girassol, flocos de aveia e nozes não devem ser incluídos dado que têm muita gordura. Quanto à comida de pacote, não devem ser dados os pedaços muito coloridos e brilhantes( laranja, amarelo, verde, encarnado), dado que contém corantes artificiais. Uma boa mistura de comida sêca contém : trigo, aveia, milho, granulado, frutos e vegetais sêcos e ainda uma mistura de vitaminas. Com esta alimentação balanceada, não irá precisar mais de uma pedra com minerais.
Todas as coisas que são vendidas nas lojas como doces, embora tenham um visual atraente, não devem ser compradas. Como todos os doces, estes produtos sabem muito bem, mas no final são prejudiciais à saúde. Genéricamente, nada deve ser dado nada que contenha produtos de animais, proteínas animais, ovos ou leite e seus derivados, tendo em vista que os Porquinhos-da-Índia são animais HERBÍVOROS.

Se comerem bastante comida não sêca (ex: cenouras, alface, pepino, erva) podem sobreviver sem beberem água. No entanto devem ter disponível sempre água fresca para que possam beber sempre que tiverem necessidade.


Menú dos nossos Porquinhos-da-índia:

Manhã: Cenouras e Feno
Almoço: Legumes ou erva
Tarde : Comida Sêca de Pacote (1-2 colher de sopa por animal) e um pouco de fruta ou legumes



4 comentários:

Celly Marques disse...

preciso saber se posso deixar a ração o dia tdo igual a agua,para o meu poquinho da india.obrigado.

vitor lopes disse...

sim deve fazer isso

Celly Marques disse...

olá tenho dois porquinhos da india uma a mãe e o bebe que ainda mama,falam para separar com tres semanas,mais qndo devo junta-los novamente.???e tambem qndo ganhei ja veio os dois e não sei quanto tempo tem cada um como posso descobrir????obrigado!!

Celly Marques disse...

olá tenho dois porquinhos da india uma a mãe e o bebe que ainda mama,falam para separar com tres semanas,mais qndo devo junta-los novamente.???e tambem qndo ganhei ja veio os dois e não sei quanto tempo tem cada um como posso descobrir????obrigado!!

Enviar um comentário

 









© 2010-2011 Todos os direitos reservados - cantinhos dos porquinhos da india- Template Para Blogspot Blogger